Sexta, 22 de setembro de 201722/9/2017
Ensolarado
14º
24º
30º
Sao Paulo - SP
dólar R$ 3,13
euro R$ 3,75
INTERNACIONAL
Coreia do Norte recua no ataque à ilha de Guam depois de ameaças de sanções da China
Kin Jong Un pede cuidado dos EUA e da China no treinamento militar da semana que vem
Indicatu Web Notícias São Paulo - SP
Postada em 15/08/2017 ás 10h40 - atualizada em 27/08/2017 ás 00h18
Coreia do Norte recua no ataque à ilha de Guam depois de ameaças de sanções da China

(Foto: Reuters)

O mundo das superpotências ficou em estado de alerta máximo depois que Kin Jong Un anunciou na quinta-feira passada (10) que atacaria a ilha de Guam, região das ilhas Marianas, oeste do oceano pacífico, que também é uma base militar americana e ponto estratégico da maior potência mundial nos mares da região.


A Coreia  do Norte resouveu "adiar" o ataque depois que a China ameaçou suspender as importações de chumbo, ferro e até frutos do mar, o que causaria um colapso na economia norte-coreana.


Em pronunciamente à agência de notícias KCNA nesta madrugada de terça-feira (15), Kin Jong Un disse que adiará o teste de mísseis que teria previsto para acontecer até a metade deste mês, Agosto, tendo como seu alvo a ilha de Guam e, também, pediu para os EUA "tomarem cuidado" com o treinamento militar que será realizado pelos americanos e a China na semana que vem.


Corre a suspeita de que o pronunciamento de Kin Jong Un seja um blefe para um possível ataque surpreza à ilha de Guam. 


Os testes da Coreia do Norte continuam a surpreender a todos, sendo que o último míssil intercontinental lançado pela CN partiu de um local desconhecido até pelos satélites que monitoram a região militarizada norte-coreana. 


China e Rússia pediram calma aos dois países envolvidos na desavensa. O secretário de defesa norte-americano, James Mattis disse que o país busca apoio para diminuir as tensões na região e conta com a ajuda da China para evitar uma guerra contra a Coreia do Norte.


AGÊNCIA INDICATU - SP/BR - 15/08


 


 

FONTE: KCNA - Texto: Da redaçao
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
373

Publicidade

Facebook

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Enquete
Qual o predileto no judiciário para assumir a presidência

Joaquim Barbosa
307 votos - 50.8%

Carmem Lúcia
297 votos - 49.2%

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium