Quinta, 18 de janeiro de 201818/1/2018
Nublado
20º
20º
27º
Sao Paulo - SP
Erro ao processar!
SAÚDE
Médico do Joslin Diabetes Center em Boston explica as formas do diabetes matar
Pessoas com diabetes tem mais chance de morrer de problemas cardíacos
Indicatu Web Notícias São Paulo - SP
Postada em 24/10/2017 ás 11h23 - atualizada em 07/11/2017 ás 13h10
Médico do Joslin Diabetes Center em Boston explica as formas do diabetes matar

(Foto: Reprodução / New York Times)

 A principal característica do diabetes em uma pessoa portadora da doença é a incapacidade do paciente de controlar os níveis de açúcar no sangue. São dois extremos que podem ser fatais caso não sejam tomados os devidos cuidados. Se os níveis de açúcar atingirem níveis alarmantes pode ocorrer a hiperglicemia, quando o nível de açúcar no sangue está bem alto, ou, se o nível de açúcar no sangue estiver muito baixo, pode ocorrer a hipoglicemia. Para todos os casos, as consequências podem ser fatais.


Segundo o Doutor Robert Gabbay, em entrevista ao jornal americano New York Times, os problemas que põe em risco a vida de um paciente com diabetes não advém apenas da doença em si, mas sim, em outras advindas de se contrair o diabetes, entre elas, as mais letais estão relacionadas com os problemas cardíacos.


"As doenças cardíacas atingem pessoas com diabetes em taxas significativamente maiores do que as pessoas sem diabetes e nós não sabemos explicar porquê" disse o doutor.


As pessoas com diabetes desenvolvem doenças cardíacas mais jovens e podem morrer de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral (AVC)mais do que as pessoas que não têm diabetes, afirmou o doutor.


Segundo explicado pelo Doutor Robert, a causa mais comum do diabetes, que é a do tipo 2, engloba fatores importantíssimos que acarretam em outros problemas de saúde, como o colesterol elevado, pressão alta e obesidade.


Por incrível que pareça, Gabbay afirmou ter  uma boa notícia: é que "os tratamentos dos níveis de colesterol alto costumam ser mais eficazes nas pessoas com diabetes do que nas pessoas sem" disse ele.


As pessoas com diabetes tipo 1 também têm maiores riscos de problemas cardíacos, embora os motivos não sejam tão claros.


O doutor conclui a entrevista afirmando que os dois tipos de diabetes, a longo prazo, podem acarretar em sérias consequências na saúde como: problemas renais crônicos, amputações, perda de visão, problemas nos nervos, sendo que as amputações podem ocasionar infecções e contribuir para abreviar os dias de vida do paciente.


Finalizando, ele disse que um bom gerenciamento da doença nos seus estágios iniciais pode fazer com que muitas dessas complicações sejam evitadas, Disse Gabbay.


AGÊNCIA INDICATU - SP/BR - 24/10


Texto: Nossa redação 


Fonte: New York Times 


 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
214
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium