Segunda, 18 de dezembro de 201718/12/2017
Nublado
19º
21º
24º
Sao Paulo - SP
Erro ao processar!
Patrocínio_LARGO_01
INTERNACIONAL
Leilão de escravos na Líbia a $400 dólares - Pessoas são vendidas como escravas e mantidas em condições subumanas após recrutamento selvagem
As pessoas são capturadas e mantidas em condições subumanas
Indicatu Web Notícias São Paulo - SP
Postada em 25/11/2017 ás 17h18 - atualizada em 17/12/2017 ás 12h39
Leilão de escravos na Líbia a $400 dólares -  Pessoas são vendidas como escravas e mantidas em condições subumanas após recrutamento selvagem

(Foto: Montagem por Indicatu Web Notícias / Facebook )

Imagens atuais chocantes de pessoas capturadas e mantidas como escravas e vendidas a preços irrisórios de U$S 400, 00, tem chocado internautas de várias partes do mundo que custam a acreditar no que veem, dada a natureza da ação desumana e criminosa em pleno século 21, no auge de toda uma civilização dita moderna.


Segundo o texto de uma matéria que circula pelas redes sociais, desde a intervenção militar americana na Líbia para combater o genocídio do "Povo Preto", segundo o nome de batismo da operação, a situação tem ficado cada vez mais fora de controle. Empreiteiras, grupos armados, miliciantes e traficantes de escravos, capturam  e vendem como escravos pessoas que antes eram livres e tinha suas vidas normais, dentro do que era possível em um país dominado por guerrilheiros e em guerra civil.


A selvageria não é apenas na captura das pessoas para serem levadas à escravidão, mas sim, também, na forma em como elas são mantidas, amontoadas umas às outras, com feridas expostas em ambientes anti-higiênicos que facilitam a proliferação de doenças infecciosas, vários presos amarrados pelos pés e suspensos de ponta cabeça, um verdadeiro quadro de terror, o qual costumamos ver apenas em filmes retratando a época da escravidão.


Acredite o leitor ou não, mas o que estamos presenciando em pleno século 21 é uma reprise triste, fria e cruel dos tempos idos dos séculos que antecederam imediatamente a este, onde Navios Negreiros transportavam em seus porões escravos africanos para vários países do mundo, dentre eles o Brasil, onde aqueles escravos eram mantidos em senzalas, torturados e mortos brutalmente por seus "capitães do mato", quando tentavam fugir ou se recusavam a trabalharem em regime de escravidão nas fazendas de café dos seus senhores feudais.


O caso atual na Líbia é ainda mais chocante devido à clareza das imagens, bem como a flagrante omissão da Imprensa Mundial em relatar os fatos escancarados na cara da sociedade mundial.


Para onde está caminhando mesmo o mundo? Há quem se pergunte se o que estamos presenciando em todas as rodas da vida é mesmo real, ou se tudo não passa de um incrível e medonho pesadelo.


AGÊNCIA INDICATU - SP/BR - 25/11


Texto: Da redação 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
imprimir
1.488
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium